QUEM SOMOS: Grupo: POR UMA ILHÉUS PARA TODOS...

Sugestões, críticas, etc unidosporilheus@gmail.com

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

SE MERECEM... é tudo fecal...

OS VASOS E AS TAMPAS

POR ELIAS REIS
Tem situações ridículas que só acontecem em Ilhéus.
O governo é eleito com total apoio das agremiações políticas e quase unanimidade da sociedade. Toma posse e os acordos e conchavos são fechados. Secretarias e empregos para uns, autarquias para outros e benesses para os apadrinhados. Indicações ali, acolá, licitações programadas para os amigos dos amigos, parceiros e indicados por aqueles que de alguma forma ajudaram o gestor subir as escadarias do palácio.
E SEGUIMENTOS DA IMPRENSA BATENDO PALMAS PARA O GOVERNO. O cascalho começa a sair.
Outros seguimentos começam a desclassificar o governo. O cascalho não sai.
Início do governo tudo bem, tudo bonitinho, todo mundo mandando, todo mundo ganhando e assim por adiante.
Seguimentos da imprensa começam a ficar divididos.
SEGUIMENTOS DA IMPRENSA QUEREM MAIS CASCALHO.
Começa os atritos de interesses.
Começa os rompimentos.
Começa o sai e entra no governo.

Continue lendo, clicando aqui

PESADELOS QUE ME ASSOMBRAM...

O temor de Newton Lima


O prefeito de Ilhéus, Newton Lima, vive num estado de temor permanente: ao se afastar do cargo para se submeter a intervenção cirúrgica, quem assume imediatamente o seu lugar por alguns meses é justamente o seu arquiinimigo (e agora adversário político), o vice-prefeito Mário Alexandre, do PSD.
E tem razão para isso: como se sabe, recentemente, ao se afastar por algumas semanas do cargo por problemas de saúde, Mário Alexandre e o PSB, segundo garantia de Newton Lima, tentaram aplicar um golpe no governo. E agora, ele retorna aos holofotes, com Ilhéus comandada pelo PT.
O temor de Newton Lima é Mário Alexandre desmantelar o governo, promovendo demissões e nomeando pessoas ligadas ao seu grupo político e de sua mãe, a deputada Ângela Sousa.
Trombonada: é por essas e outras que alguns secretariáveis ilheenses, ao serem sondados pelo prefeito para a possibilidade de virem a assumir alguma pasta no governo, respondem ao convite com um pedido estranho: “prefeito, não me leve a mal. Mas só te mostro meu currículo se o senhor mostrar o resultado de seu último check-up”.

otrombone

ILHÉUS TEM FUTURO, ILHÉUS TEM JEITO...


MANIFESTO PELO FUTURO DE ILHÉUS

Os Partidos Políticos (PCdoB, PMDB, PMN, PDT e PRB), signatários deste, tendo em vista a situação caótica que atravessa o nosso município, vivida ao longo dos últimos 20 (vinte) anos, dirigimo-nos a todos os munícipes de forma consciente, organizada, decente, respeitosa e, essencialmente democrática para solicitar compreensão, apoio, e o mais importante, a confiança para que juntos possamos discutir, estabelecer pautas e buscar soluções para os problemas vividos por todos nós, população de Ilhéus. Assim sendo, convidamos todos os segmentos sociais envolvidos nesta mudança de modelo político e administrativo, para estarem presentes nos debates que realizaremos nos próximos meses, em plenárias itinerantes levadas a todas as localidades de nosso município, com sugestões de idéias, soluções, encaminhamentos, a fim de sairmos das páginas policiais, ficarmos longe de “escândalos políticos”, e inaugurarmos um novo momento no qual o ser humano seja o centro das atenções e a eficiência no estabelecimento de políticas públicas para a melhoria da qualidade de vida de nosso povo seja o único objetivo do Governo Municipal, excluindo os interesses individuais e de pequenos grupos encastelados no poder ou tentando reavê-lo.

Nós, cidadãos, somos quem possuímos o poder de resposta, das mudanças e das transformações através do instrumento democrático chamado VOTO. Precisamos resgatar a dignidade do nosso povo, pois a política vem sendo empregada de forma pejorativa, vivendo um processo de decadência moral e ética. Só com gestões transparentes, decência com a coisa pública, teremos oportunidade de tirarmos nossa cidade deste marasmo imposto, descalabro administrativo e conseqüente vergonha que nosso município, outrora cantado em versos e prosas no mundo todo, vem sofrendo com as questões gerais.

Queremos construir com vocês uma nova Ilhéus, a partir de já, traçando um novo caminho, que a conduza a uma nova rota de desenvolvimento humano, social, administrativo. Só assim poderemos preparar nossa cidade para os enormes investimentos públicos e privados já anunciados, notadamente o Porto Sul, a Ferrovia de Integração Oeste-Leste e o novo aeroporto internacional. É essencial que tais investimentos venham junto com políticas educacionais, ambientais, de saúde, de mobilidade, de habitação, de saneamento, dentre outras, para que tenhamos efetivamente uma Ilhéus desenvolvida e sustentável ambiental e socialmente para todos os seus cidadãos.

Vamos à luta, Ilhéus tem jeito...

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

IH!!! VÃO TIRAR O DOCE DE ALGUÉM...

Negromonte foi levado à "máquina de moer ministros"

  Marcelo Camargo/Folha
Alvejado pela penúltima denúncia que recaiu sobre a Esplanada, Mario Negromonte (PP) foi levado pela oposição à ‘máquina de moer ministros’.
O PSDB protocolou representação contra o ministro das Cidades no Ministério Público. O PPS anunciou que, além da Procuradoria, vai acionar o TCU e a CGU.
Líder de Dilma Rousseff na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP) apressou-se em avisar que o governo não se opõe a que o ministro vá explicar-se no Congresso:
“O governo, como já foi dito em diversos momentos, não tolera o malfeito e não coíbe nenhum processo de investigação…”
“…Portanto, se a oposição quiser convidar ministros, não criaremos nenhuma dificuldade. Quase todos, senão todos os ministros, já vieram dar esclarecimentos."
Dilma talvez devesse considerar a hipótese de antecipar a reforma ministerial que programou para o início de 2012.

ILHÉUS TEM FUTURO, ILHÉUS TEM JEITO...

PLENÁRIA UNIFICADA DAS MILITÂNCIAS, POR UMA CIDADE SUSTENTÁVEL

terça-feira, 22 de novembro de 2011

POR UMA CIDADE SUSTENTÁVEL...


VIVA A DEMOCRACIA!  (Aldircemiro Duarte)


A Plenária Unificada por uma Cidade Sustentável, iniciativa dos partidos políticos PCdoB, PMDB, PMN, PDT e PRB, já surtiu efeito. As discussões a respeito já estão nas ruas, nas praças, nas avenidas, nos bairros, vilas e vielas.

Jamais um grupo de partidos se preocupou em convidar a sociedade 01(um) ano antes das eleições para uma discussão ampla sobre os seus problemas, as saídas e soluções, convocando-a a pensarem juntos e juntos planejarem e construírem a Ilhéus do amanhã.

É o novo propondo uma nova maneira de fazer política, para a nova Ilhéus do futuro.

Os cegos de poder pelo poder não conseguem perceber que a política é uma estrada acessada por atalhos, onde o atalho mais fácil é a deslealdade, a traição, as vãs promessas, o descompromisso e que esse atalho mesmo sendo o mais concorrido pela maioria, é o mais vil, porém, o ilusoriamente mais próximo do atingimento de objetivos escusos e nocivos à sociedade.

Todavia, dentre esses atalhos há aquele que exige transparência nas ações, a legalidade dos atos, moralidade na conduta, desinteresse individual e destemor em discutir, planejar e construir um projeto de todos, para todos, com todos. Esse é o caminho a ser percorrido pelos partidos integrantes da Plenária Unificada realizada na última sexta feira, que sairão em Caminhada Itinerante com os segmentos sociais, quer comunitário, quer sindical, quer empresarial, quer religioso, quer estudantil, dos idosos, dos deficientes, culturais, desportivos, rurícolas, indígenas, etc., discutindo, planejando e construindo a nova Ilhéus do futuro.

Induvidosamente, a essas alturas, as opiniões já se multiplicam em manifestações diversificadas diante dessa novidade. Isso é bom para democracia. Não vamos aqui avaliar posicionamentos de quem é contrário, nem dos céticos. Respeitemo-los e deixemos que o tempo os responda.

Além da repercussão  positiva do evento, a Associação Ação Ilhéus foi o primeiro segmento social a se manifestar oficialmente mediante a entrega da Carta Compromisso aos Partidos que integram à Plenária, para que seja assinada pelos seus postulantes ao Palácio Paranaguá e às vagas do legislativo municipal, comprometendo-se em adotar o programa “cidades sustentáveis” como guia no exercício dos seus mandatos, caso sejam eleitos.

PEDINDO PERMISSÃO a entidade autora da proposição, a profundidade, o cunho e o objetivo dessa proposta exige o acolhimento dos partidos como mais que um compromisso, uma regra a ser submetida à apreciação à nível de Diretório com possibilidade de inclusão no regramento estatutário e/ou regimentar, genericamente, para que seja disciplinada de acordo com o interesse local, onde o Partido da base lastreado na definição do que seja “cidade sustentável”, possa aplicar sanções a  qualquer dos seus filiados que infrinja a esse preceito, independente de ser exercente ou não de cargo eletivo. Deve ser um dever de lei a ser cumprido pelos Partidos Unificados da Plenária Itinerante e outros que venham integrar a esse movimento, diferenciando-os dos demais. Permita-nos essa sugestão.

Há quem diga que já viu esse filme. Com certeza é incorreta essa afirmação, porque na política ilheense o que se viu até hoje são coligações partidárias, onde os partidos envolvidos se enamoram 06 meses antes das eleições, conversam, ficam noivos e com 90 dias antes do pleito se casam, mas se separam, posteriormente, por incompatibilidade de interesses. É assim que caminham os nossos políticos levando Ilhéus ao fundo do poço.

A política de distanciamento da sociedade imprimida pelos nossos governantes até os dias atuais tem como resultado a facilitação dos projetos “goela abaixo”, que favorecem apenas a grupos políticos e aos interesses individuais, enquanto a população estira a mão a mendigar políticas públicas, assistindo a sangria dos nossos recursos que são destinados para outras finalidades diversas da promoção do bem estar coletivo.

A Caminhada Itinerante da Plenária Unificada, ao contrário, tem a certeza que o caminho para o desenvolvimento de uma cidade sustentável deve ser percorrido e construído com a sociedade, porque não se pode governar sem ouvir, nem  excluindo o povo das ações de um governo democrático, que por ser democrático deve ter a efetiva participação popular em todos os sentidos.

Aqueles que insistem em continuar adotando o sistema do quanto pior melhor para justificar o retorno de antigas raposas à videira do Paranaguá, que sigam defendendo as suas idéias e os seus ideais. Isso também é democracia.

No entanto, as críticas ainda sutis sobre a Caminhada Itinerante da Plenária Unificada Permanente, não fazem sentido, porque é uma ação que se inicia, logo, ainda não se tem resultados positivos, nem negativos. Entretanto, em se tratando de um ato conjunto entre partidos políticos e a população, é óbvio que o exitosamento dessa ação é o mínimo esperado e desejado. Isso impõe uma preocupação antecipada, já manifestada pelo incômodo de alguns defensores da permanência do caos instalado em nosso município.

Não é preciso ser adivinho para se ter a certeza de que logo, logo, pessoas que integram a Caminhada Itinerante “Por uma Ilhéus Sustentável” terão os seus nomes submetidos à execração pública, na tentativa de nodoá-los;  a vida privada de muitos será invadida;  a vida profissional de outros será fustigada e ameaçada com perda de cargos, ou de incompatibilidade e como de costume, panfletos e matérias depreciativas serão jogados pública e apocrifamente.

Pedras serão atiradas no caminho, mas todas serão removidas pela população integrada na Caminhada itinerante rumo À ILHÉUS SUSTENTÁVEL.

MONA.VIE, grave essa marca...

PERCA PESO COM SEGURANÇA, SEM CONTRATEMPOS...


sábado, 19 de novembro de 2011

ME PERDOEM, MAS ESSA É PRA RIR...

                       ORAÇÃO DA MULHER...
 
 
  Querido Deus,
Até agora o meu dia foi bom:
- não fiz fofoca;
- não perdi a paciência;
- não fui gananciosa, sarcástica, rabugenta, chata e nem irônica;
- controlei minha TPM;
- não reclamei;
- não praguejei;
- não gritei;
- não tive ataques de ciúmes;
- Não comi chocolate;
- Também não fiz débitos em meu cartão de crédito, nem dei cheques pré-datados; 

                         Mas peço a sua proteção, Senhor, pois estou para levantar da cama a qualquer momento…
  
        AMÉM!!!
 (autoria desconhecida)

FERROVIA OESTE-LESTE, A INTEGRAÇÃO...

ILHÉUS TEM FUTURO, ILHÉUS TEM JEITO...

PARTIDOS PROJETAM UNIFICAÇÃO E REJEITAM RETORNO DE JABES


Sábado, 19/11/2011




A plenária contou com vários líderes políticos e deve se espalhar pela cidade, em encontros itinerários.
.

O coro na Plenária Unificada das Militâncias, que ocorreu na noite de ontem (sexta-feira, 18), foi não ao retrocesso.

.

Como foi um encontro de abertura e apresentação do projeto “Militância Unificada para uma Cidade Sustentável”, somente os componentes da mesa puderam falar.

.

As intervenções mais contundentes vieram dos pré-candidatos a prefeito. Israel Nunes (PCdoB), Joaquim Bastos (PDT), Cacá Colchões (PMDB) e Ruy Carvalho (PRB) foram enfáticos ao combater o retorno de Jabes Ribeiro ao Palácio Paranaguá, visto como um mal sem precedentes para a cidade.

.

Chamou atenção também o espírito de união dos pré-candidatos. As falas de Joaquim, Ruy e Israel deixaram clara a tendência de unificação de projetos para 2012. “Eu não sou candidato, a menos que tenha o apoio de todos vocês”, afirmou Ruy Carvalho. O discurso foi prontamente incorporado por todos os postulantes.

.

O projeto deve proporcionar outras plenárias, agora itinerantes, discutindo temas diversos.

 

Gusmão

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

TUDO COMEÇA E TERMINA COM O POVO...

Este é um guia para a detecção de corrupção no âmbito municipal. Foi escrito a partir da experiência dos autores na identificação de fraudes realizadas no município paulista de Ribeirão Bonito e na mobilização das forças sociais da cidade, que levou à cassação do prefeito e abertura de diversos processos judiciais contra ele e outros implicados...

UNIDOS POR ILHÉUS...

PARTIDOS VÃO LANÇAR APENAS UM NOME EM ILHÉUS

.
Quinta, 17/11/2011
.


Um nome
” A idéia é unir forças para lançar um só candidato”, declarou o presidente do PDT em Ilhéus, Fred Gedeon , na manhã desta quinta –feira (17)em entrevista ao comunicador Vila Nova. Ele admitiu que as Plenárias Unificadas com os partidos PC do B, PMDB, PMN, e PRB tem como finalidade afinar o discurso.
Como na política ninguém dá ponto sem nó, unir forças está sendo a melhor saída para enfrentar o ex-prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro. A matemática é fácil, quanto mais adversários tiver, mais votos serão divididos e mais fácil para o favorito fica.
Ele ainda acrescentou que o PV, além de outros partidos, devem participar da plenária. “Queremos todos no mesmo intuito, para mais tarde não recebermos golpe e eles lançarem candidaturas próprias”, contou. Que comecem as apostas, qual desses pré-candidatos irá fazer embate direto com Jabes?    Cacá Colchões (PMBD), Jailson Nascimento (PMN), Israel Nunes (PC do B), Ruy Carvalho (PRB) ou Joaquim Bastos (PDT)?

OTabuleiro

ILHÉUS, RUMO AOS 500 ANOS...

PLENÁRIA UNIFICADA DAS MILITÂNCIAS...

Nesta sexta-feira, ao 18:00 horas, na Câmara Municipal de Ilhéus, os partidos abaixo, junto aos seus pré-candidatos a Prefeito e vereador, e a população em geral, estarão discutindo o futuro de Ilhéus, o nosso futuro... 
Participe, sua presença e contribuição é muito valiosa...


                                

MARCIO MARINHO E A IGUALDADE RACIAL...

Deputado Marinho promove encontro na frente parlamentar para 26 países Africano

 
Representantes dos corpos diplomáticos de 26 países africanos participaram da reunião promovida pela frente parlamentar em defesa dos países do continente. O presidente da frente, deputado federal Márcio Marinho (PRB/BA), como anfitrião do encontro, lembrou, ao abrir o evento, os objetivos da iniciativa: “Promover a integração cultural, social e econômica entre o Brasil e o continente, acelerando e facilitando o trâmite de projetos na Câmara, intercedendo sempre que possível com o Executivo, no sentido também de resgatar a dívida histórica que o Brasil tem com a África.”
No final do encontro, ficou acertada a elaboração de uma agenda de visitas do deputado republicano e integrantes da frente às embaixadas dos países africanos, para a discussão detalhada dos projetos e interesses comuns que podem ser viabilizados. Márcio Marinho apresentou exemplos de projetos que estão em tramitação na Câmara, alguns há mais de 20 anos, tratando de acordos de cooperação entre o Brasil e nações do continente.
Depois que o ex-presidente Lula, com o apoio maciço de nosso partido, reviu a política internacional brasileira, dando prioridade crescente ao Eixo Sul-Sul, a África passou a ser visto com mais atenção. No entanto, ainda há muito a fazer”, destacou o parlamentar

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

A UGT NA BAHIA...


Nova diretoria é eleita durante o 2º Congresso Estadual da UGT-BA
A UGT-BA já conta com uma nova diretoria efetiva. Um clima caloroso e de muita esperança e expectativa, marcou a vitória da chapa “Unidade e Luta”, durante o 2º Congresso Estadual da União Geral dos Trabalhadores do Estado da Bahia, realizado na sexta-feira (11), no auditório do Grande Hotel da Bahia, em Salvador. Com aprovação unânime dos 92 delegados presentes, o sindicalista Magno Lavigne (Sindicato de Cargas Próprias), foi ovacionado num momento histórico para a UGT.
Antes da votação que garantiu a vitória para a chapa de Lavigne, foi lido o regimento interno, seguido pela aprovação do projeto de resolução do temário referente às propostas e ações de caráter político, social econômico e sindical, estabelecido pela Executiva Estadual e por fim a eleição. Na oportunidade também foi apresentado e aprovado o documento “A política de organização da UGT e a continuidade do planejamento tático para crescimento da central”, produzido durante o 2º Congresso Nacional da central.
O presidente eleito Magno Lavigne num discurso emocionado relembrou sua trajetória dentro do sindicalismo e garantiu que sua gestão vai ser marcada pela firmeza e responsabilidade nos atos. “Vamos agir coletivamente, eu não trabalho sozinho, teremos uma direção participativa”, enfatiza.
Na oportunidade, Lavigne promete que seguirá a risca o projeto de Planejamento estratégico e tático de crescimento da UGT, que consiste em construir um sindicalismo cidadão, ético e inovador rumo à sociedade do conhecimento com justiça social. “Precisamos estreitar cada vez mais as relações com os companheiros de todas as categorias filiadas aqui na nossa Bahia, e essa gestão fará isso”, garante.
“É um momento de alegria e mudanças, a UGT nacional, através do presidente Ricardo Patah e toda sua diretoria sempre investiu na Bahia. Confiamos no presidente Magno”, afirma o novo vice-presidente empossado, Reginovaldo Cristal.
O também empossado Secretário de Finanças da UGT-BA, Marcio Fatel, disse que o momento é de renovar os votos de luta. “Temos em mãos um instrumento democrático de mudanças, na UGT-BA não tem espaço para golpistas”, avisa. Higino José Filho, eleito para a executiva da central e trabalhador rural, disse “ A UGT aqui hoje se constrói com participação e democracia”, Joselino Aquino Secretario Geral reeleito disse “ Juntos podemos construir a maior central sindical do estado”
A UGT tem na Bahia cerca de 100 Sindicatos Filiados e representa em torno de 400 mil trabalhadores, em quase todas as categorias profissionais.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

ASSISTA, É SHAKESPEARE...

VOCÊ APRENDE...

PRB_10, É HORA DE ACELERAR... pra FRENTE...


              
NOTA PUBLICA III

“ACELERAR É POSSÍVEL’’. PRA FRENTE!

O Partido Republicano Brasileiro PRB_10 que trabalha para o bem comum, que luta pelo que é direito, nos seus seis anos de existência, sempre pautados pelos princípios democráticos, defende e acredita num projeto único para a cidade de Ilhéus, visando prepará-la para seus 500 anos, dotando-a de infra-estrutura capaz de receber os investimentos já anunciados, firmados pelo Governo Federal e Estadual: (Novo Porto, Novo Aeroporto e Ferrovia) além de uma nova ponte, a duplicação da BR-4l5 compromissos assumidos pelo Governador da Bahia.
Através do Presidente da Comissão de Saúde e Saneamento na Assembléia Legislativa do Estado da Bahia, Deputado Estadual José de Arimatéia PRB_10 Bahia, encaminhamos solicitação de estudo, visando implantação do Hospital Universitário em área do Campus da Universidade Estadual de Santa Cruz UESC, localizada às margens da BR-415.
O PRB_10 está trabalhando no programa de governo visando ás eleições 20l2, onde já conta com pré-candidatos competitivos e acima de tudo preparados.
Entretanto, aliado a esse grande momento do nosso Partido, não deixaríamos de externar o nosso sentimento de tristeza e decepção com a total falta de compromisso, respeito e transparência das gestões municipais aos longos dos últimos 20 (vinte) anos para com a cidade de Ilhéus.
Realmente, cabe também ao Prefeito Newton Lima e sua “equipe” pedidos de desculpas. Não existe confiança e nem credibilidade institucional partidária, capaz de produzir resultados positivos em curto prazo, e qualquer tentativa se constituirá num novo projeto com fins eleitoreiros, do tipo Feijão com Arroz” já rejeitado pela população.
Nossa cidade parou no tempo, o que estamos assistindo é o governo Newton Lima com quase 03 (três) anos de mandato sem rumo, sem perspectiva, montando equipes, “Reformas”, estabelecendo governos provisórios sem, no entanto, demonstrar capacidade política, administrativa, em apresentar programas, projetos viáveis, na solução dos grandes e graves problemas nas áreas da Saúde, Educação, Assistência Social, Serviços Urbanos, etc.
Já dissemos em Notas Públicas editadas e divulgadas, que é possível fazer a diferença.
Continuamos conversando com todos, no desejo de governarmos nossa cidade com um governo de coalizão política possível.  O PRB-10 em Ilhéus acredita que a política começa a valer à pena quando há políticos com consciência , coerência, e partidos células programáticas da Democracia com princípios éticos e morais.
Aproveitamos a oportunidade para lembrar-se da importância do VOTO como mecanismo democrático de poder de transformação e mudança.


                                            Saudações Republicanas
  
                                                          Sebastião Vivas           Nilton Pereira
                                                           Presidente                   Secretário

domingo, 13 de novembro de 2011

MARCIO MARINHO E O PRB_10 NA BAHIA...

Márcio Marinho

.
Domingo, 13/11/2011
.
O fundador e presidente estadual do PRB, deputado federal Márcio Marinho, mantém firme a sua pré-candidatura à sucessão na prefeitura de Salvador. Fluminense de Cabo Frio, o parlamentar garante que o seu anseio de chegar ao Palácio Thomé de Souza tem as bênçãos do governador Jaques Wagner. “Ele nos abençoou e pediu para que a gente se viabilizasse”, conta. Apesar de seu partido fazer parte da base aliada de João Henrique (PP), ele diz que não apóia a atual gestão da capital baiana. “Não considero que faço parte dessa administração”, dispara. Bispo da Igreja Universal há 20 anos, Marinho comentou as acusações de perseguição da igreja a religiões de matrizes africanas na Bahia e garantiu que, de sua parte, isso nunca acontecerá: “O Márcio Marinho político tem que fazer um trabalho de forma partidária e tirando a religião do meio”. O Bispo diz ainda condenar as declarações preconceituosas do também congressista Jair Bolsonaro (PP-RJ) com relação aos homossexuais. Clique aqui e confira a entrevista na íntegra.

sábado, 12 de novembro de 2011

PLENÁRIA UNIFICADA... um bom começo...

                   CONVITE
        
As direções dos Partidos PCdoB, PMDB, PMN, PDT e PRB convidam a população para a PLENÁRIA UNIFICADA DAS MILITÂNCIAS, que irá acontecer no dia 18/11/2011 (sexta-feira), no plenário da Câmara de Vereadores de Ilhéus, às 18 horas. 
Nesse primeiro encontro discutiremos o tema: CIDADES SUSTENTÁVEIS...

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

QUEM ESTIVER MELHOR... tou entendendo...

PRESIDENTE DO PMN CONFIRMA CONVITE PARA SE INTEGRAR À BASE ALIADA EM ILHÉUS
.
Quarta, 09/10/2011
.
A notícia antecipada logo no início da tarde desta quarta-feira (09), dando conta de uma reaproximação do governo municipal com o PMN, partido do vereador Jailson Nascimento, principal opositor à administração do prefeito Newton Lima, ganhou forte repercussão no Palácio Paranaguá e na Câmara Municipal. Muitos foram pegos de surpresa com a informação exclusiva publicada pelo Jornal Bahia Online. No final da tarde, foi o próprio presidente do diretório municipal do PMN, Carlos Massarollo, quem confirmou o convite feito ao partido e disse que trata-se de uma "excelente proposta política".
Massarollo garantiu a um dos repórteres do JBO que as negociações poderiam ter sido concluídas ainda hoje. "Não foram. Mas que não vão demorar", completou. "Logo anunciaremos a decisão", garantiu, acrescentando que o próprio vereador Jailson Nascimento, o teria deixado à vontade para tomar a decisão que fosse a melhor para o partido. De acordo com Massarollo, o ingresso do PMN na base não inviabiliza uma possível candidatura de Nascimento ao Palácio Paranaguá. "O combinado, se formos, é: quem estiver melhor será o candidato governista", garantiu.
( Jornal Bahia Online )

POBRE ILHEUSUS...

SAÚDE ZERO, ENFERMIDADE DEZ!!!
.
Quarta, 09/10/2011
Há poucos dias, conclamei a sociedade ilheense a incluir, em seu cotidiano, doses de civilidade. Contudo, o que me foi possível observar hoje foram profundas e notórias doses de desrespeito e incivilidade. Estamos em um município que vem, há tempos, vitimando a sociedade em função dos indescritíveis descalabros existentes na saúde local. Nesse dia emblemático em que o novo secretário de saúde do governo municipal, Alexandre Simões, rejeitou o convite dos vereadores para explicar na câmara quais os seus projetos para curar as enfermidades que carbonizam a saúde publica em Ilhéus, resolvi relatar alguns fatos que exemplificam o caos que Ilhéus vivencia na atualidade e esclarecem os motivos pelos quais o descontentamento da sociedade com a saúde publica é tão sólido quanto compreensível.

O primeiro fato me foi narrado pelo senhor Lucas, que me exibiu diversas fotos para demonstrar o que esse cidadão vivenciou no posto avançado de saúde que existe na zona sul de Ilhéus. O posto, apesar do nome, não demonstra avanço algum. Ao contrário, certamente é um dos mais sucateados postos de saúde do estado, abandonado pelas autoridades que, no auge de sua inoperância, não conseguem gerar condições mínimas de trabalho para os funcionários de saúde, que em determinados momentos não possuem sequer algodão para atender aos pacientes. Lucas, indignado, sofria com pressão alta e outros sintomas, e precisou de vinte dias para ser atendido. O segundo fato que vou relatar envolveu a polícia. Reproduzido na câmara através do discurso do vereador Rafael Benevides, que no mesmo pronunciamento denunciou o suposto desvio de remédios dos hospitais e postos de saúde, alegando que diversas cargas de medicamento têm sido surrupiadas, e teve um embate com o vereador petista Paulo Carqueja, afirmando que o mesmo não goza de sua confiança ainda que o petista tenha afirmado que o ajudaria em eventuais investigações, o fato em questão envolve uma cidadã que, desesperada em busca de atendimento médico para a filha, foi parar na delegacia após uma médica, que o vereador Rafael Benevides tem classificado como desequilibrada, chamar a policia. É possível verificar, no fato em questão, a ilogicidade da ação da médica e total ausência de infra estrutura nos hospitais e postos de saúde de Ilhéus.

Outro fato, tão alarmante e entristecedor quanto os demais, consiste na ausência de uma ambulância que possa transportar de forma adequada a senhora Regina Santos, moradora da conquista que, após realizar uma cirurgia no joelho, tem um sonho: Quer voltar para casa. Uma vez que volte para Ilhéus, a nobre cidadã enfrentará a aterrorizante realidade que há tempos o povo vivencia involuntariamente, caracterizado pela incompetência que, irreversível na Ilhéus da atualidade, reina absoluta. Gostaria, enquanto cientista político, de fugir do lugar comum. Não queria afirmar que vivenciamos o caos na saúde publica, que as pessoas estão morrendo, que os hospitais são o fiel retrato da corrupção, da desordem e da incompetência. Entretanto, não me é possível escrever algo diferente, necessito alertar as autoridades para a realidade dos fatos. A cidade se encontra, com o perdão da expressão, pela hora da morte, e, até o momento, as autoridades competentes, além de demonstrar desprezo pela população, parecem ser incapazes de reverter o contexto caótico. Se, em Ilhéus, a saúde publica fosse o nervo vital do coração, a cidade seria vítima, certamente, de um infarto fulminante.
.
Chico Andrade é Geógrafo, escritor, professor e cientista político.

Pronta enTrega...

Fui traído e estou disposta a fazer meu sucessor e ele será do PT, afirma Newton



O prefeito de Ilhéus, Newton Lima, disse nesta terça-feira (08), que está disposto e animado a fazer o seu sucessor no Palácio Paranaguá em 2012 e que este nome será, naturalmente, do seu novo partido, o PT. "Quando o PT entrou no meu governo fui sincero e disse ao governador que tinha um candidato já definido, o vice-prefeito Mário Alexandre", afirmou o prefeito. Mas, de acordo com Newton, o quadro mudou a partir do momento em que "tentaram um golpe" contra ele, que teria sido abandonado pelo PSB, sua antiga sigla, e acolhido de braços abertos pelo PT.
Segundo Newton, desde que ingressou na política, jamais havia se imaginado no PT. "O PMDB (o seu primeiro partido) foi como se fosse o meu primeiro amor que a gente não esquece, o PSB foi importante em determinado momento, mas é no PT que tenho recebido uma aula de democracia", afirmou. Entusiasmado com a nova aliança, o prefeito projeta importantes obras para a cidade nos próximos dias. "Se parar de chover hoje, começo hoje mesmo a asfaltar a cidade", afirmou ao radialista Erivaldo Vila Nova, no programa O Tabuleiro, Conquista FM.
"Fui traido", afirmou Newton, acusando como principal articulador do "golpe" o seu ex-secretário de Governo, Alcides Kruschewsky. "Articularam mentiras, criaram problemas para a administração", acusou. Disse que nem mesmo do comando estadual do PSB ele teria recebido algum tipo de manifestação de solidariedade. "A senadora Lídice da Mata me passou apenas uma mensagem, via celular, torcendo por minha recuperação", disse.
Newton Lima disse que sua saúde está bem melhor mas que ainda não há definição se necessitará ou não passar por uma intervenção cirúrgica. E foi enfático ao responder a pergunta sobre a possibilidade de, nesta circunstância, ter que entregar o cargo ao vice Mário Alexandre: "temo essa possibilidade", concluiu.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

O ORGULHO SILENCIADO...

Lula (Foto: reprodução)Leiam por favor: O que pode dar impacto em 2012

Foi no grito que o operário Luiz Inácio Lula da Silva liderou as assembleias e as greves no ABC paulista no fim dos anos 1970 e começo dos 1980. Uma das imagens mais marcantes do período é Lula discursando para uma multidão no Estádio da Vila Euclides, em São Bernardo do Campo, sem microfone. Cada frase sua era repetida pelos mais próximos, depois repassada para a turma de trás, formando uma onda que levava a mensagem até as bordas mais distantes do estádio. Falando e discursando demais, Lula fundou o PT, defendeu as Diretas Já, chegou à Presidência, foi reeleito e construiu uma sucessora. No gogó, encantou plateias selecionadas até se firmar como um fenômeno de popularidade internacional. Para horror dos detratores e orgulho dos fãs, Lula não consegue ficar calado.
Nos próximos meses, Luiz Inácio Lula da Silva deve falar menos. O câncer de laringe diagnosticado no dia 28 de outubro o obrigará a poupar a voz. Lula tem pela frente uma luta árdua para se manter vivo e preservar sua razão de viver. Num vídeo de agradecimento gravado na última terça-feira, pouco antes de deixar o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, Lula dá mostras da importância que atribui A sua capacidade de mobilizar as pessoas por meio da fala. “Lamento não poder dizer um ‘companheiros e companheiras’ bem forte.” Com a voz cheia de falhas, despede-se assim: “Até a primeira assembleia, o primeiro comício ou o primeiro ato público”. Lula tem consciência de que, na essência, é aí que reside seu maior talento.
COMPANHEIROS Na suíte 1.125 do Sírio-Libanês, Lula recebe a presidente Dilma e o ministro Guido Mantega. Devido à doença, sua atividade política deverá diminuir (Foto: reprodução)A voz do ex-presidente Lula, caracteristicamente rouca, não era a mesma havia cinco semanas, quando ele fez uma palestra remunerada para o Banco Santander, em Londres. Na plateia, estava José Camargo, seu amigo e conselheiro do Instituto Lula. Segundo Camargo, a alteração no timbre de voz era perceptível. Cansado e indisposto, em decorrência de problemas estomacais, Lula fez uma opção pouco fiel a seu estilo: leu um discurso ao longo de quase 60 minutos. Não empolgou. Terminado o evento, saiu rapidamente. “Ele estava muito diferente do orador que, meses antes, arrancou aplausos em pé dos funcionários da Telefônica na mesma Londres”, diz Camargo.
Um dia antes da descoberta do tumor, Lula comemorou 66 anos, com uma festa em seu apartamento, em São Bernardo. Ao cardiologista Roberto Kalil Filho, seu amigo e médico há 22, reclamou: “Estou com um pigarro na garganta há uns 40 dias. Só me dão pastilha”.
Kalil disse que ele precisava ir ao Sírio-Libanês no dia seguinte. Fazia um ano e meio que Lula não passava por um check-up. Segundo Kalil, ele respondeu assim: “Não quero fazer exames. Se fizer, vão descobrir que tenho um câncer igual ao do meu irmão”.
Talvez mais que intuição, a desconfiança de Lula baseava-se em probabilidade. Além da mãe, dona Lindu, Lula perdeu os tios maternos e dois irmãos para o câncer. Seu irmão mais velho, Jaime, teve um tumor na laringe semelhante ao que o acomete. Não bastasse o histórico familiar, Lula foi fumante desde a adolescência. “Ele me contou que, nas fases mais duras da vida, quando estava desempregado e morando com a mãe, não tinha dinheiro para comprar cigarro. Então, saía pegando bituca do chão, na rua mesmo, para fumar”, diz a jornalista Denise Paraná, autora da biografia Lula, o filho do Brasil. Lula abandonou sua cigarrilha apenas em janeiro de 2010, depois de uma crise de hipertensão